[Resenha] A Garota no Trem – Paula Hawkins

Capa a garota no trem

Livro: A Garota no Trem
Autora: Paula Hawkins
Editora: Intrínseca
Páginas: 378
Estrelas: 4/5

Sinopse:

Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor.

Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas dágua, pontes e aconchegantes casas.
Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason , Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess na verdade Megan está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.

Resenha:

O livro conta  história entrelaçada de 3 “casais”, são eles: Tom e Rachel, Tom e Anna, Scott e Megan, a vida desses 6 personagens se cruzam o tempo todo conforme os fatos vão acontecendo, a cada capítulo temos um narrador diferente, Rachel, Anna ou Megan, elas são nossas narradoras, nos mostram o ponto de vista delas de acordo com o fato em questão ou o mesmo fato é contado de perspectivas diferentes de acordo com quem narra o capítulo.

Outro ponto interessante desse livro é que ele é datado, cada narrador está em um mês e um dia diferente, contando peças que se encaixam entre si, mas que aconteceram em momentos distintos e que fazem a diferença para que você desvende o mistério que ronda os personagens.

Rachel é o elo central dentro da narrativa, ela que liga os personagens e os acontecimentos, ela que mais sofre com as ações de cada um, vive vários problemas ao mesmo tempo, sem forças para superar o passado e seguir em frente, é uma personagem aparentemente fraca, mas que mostrará todo seu potencial.

Esse thriller psicológico é muito bem escrito e muito interessante,  encontramos personagens dos mais variados tipos, histórias perturbadoras, assassinato, medo, esperança, decadência, sonhos, família, pressão emocional, lembranças,  ex- marido, ex-mulher, filhos, traição, enfim… um livro repleto de bons ingredientes para uma trama de primeira qualidade.

Faz um bom tempo que as leituras não me prendem até o último capítulo, e a Paula Hawkins conseguiu isso com esse livro, adorei cada momento que essa leitura me proporcionou, adorei imaginar cada cena na minha cabeça, adorei viver esse drama, a narrativa em 1ª pessoa aumenta essa intensidade do leitor com o personagens e torna tudo muito mais real e intenso.

Indico muito esse livro para quem quer uma boa leitura, um pouco de tensão e apreensão e um desfecho na medida certa.

 

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “[Resenha] A Garota no Trem – Paula Hawkins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s