[Resenha] Não se Iluda, Não (Isabela Freitas)

Não se iluda, não capaLivro: Não se Iluda, Não.
Autora: Isabela Freitas
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Estrelas: 2,5/5

Sinopse:

Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como ‘A Garota em Preto e Branco’. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe… Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de ‘Não se apega, não’. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.

Resenha:

Não se Iluda, não.

Quando eu gosto muito de algum livro e ele possui algum tipo de continuação eu crio extrema expectativa sobre o que está por vir, muitas vezes isso é bom, mas nesse caso, nem tanto.

São livros diferentes, mas eu não consigo analisar de forma individual, não consigo não comparar, o que faz esse segundo livro cair bastante no meu conceito, no meu gosto.

É um livro interessante, com boas e divertidas histórias, entretanto falta conteúdo, falta o clímax, falta o “algo” a mais, é apenas um livro de memórias onde se pode tentar tirar alguma coisa para a vida, mas pouca coisa mesmo, quase nada.

Considero um livro a ser lido, acredito que muitas vezes é questão de gosto, momento certo e entendimento, pode ser que daqui 10 anos faça algum sentido na minha vida, mas hoje eu digo que foi apenas um passatempo, mas por exercer esse papel já teve algum significado.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s