Primeiras Impressões – A Playlist de Hayden (Novo Conceito)

Oi Pessoal, tudo bem??

Eu recebi da Novo Conceito uma espécie de livreto com os 8 primeiros capítulos do livro A Playlist de Hayden que será lançado oficialmente no dia 6 de abril, terminei de ler agora, são exatamente 02:38 do dia 18/03, ou seja, estou fazendo este post de madrugada, hehehe =).

Vou então, contar pra vocês as minhas primeiras impressões sobre o livro, já adianto que o livro está oficialmente na minha lista de desejados.

A playlist de hayden

Sinopse:

A playlist de Hayden – Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente

Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.

A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

Primeiras Impressões:

O primeiro de tudo é acompanhar a leitura com a indicação das músicas, seguir a playlist do livro, eu tenho muita dificuldade de ler enquanto ouço música, mas fui surpreendida por esse livro, pois foi uma sensação totalmente nova pra mim, e que deu super certo.

Sam, sofre muito com a perda do amigo e essa ausência é sentida a todos os momentos de seu dia, pois ele é um garoto solitário que não possui outros amigos para de alguma forma compensar esse vazio, então os dias se tornam mais e mais insignificantes e ele se tranca mais em seu eu.

É muito comum narrativas com essa dimensão de pessoas que sofrem com a exclusão, principalmente no período estudantil, mas eu sempre penso que não temos noção de 1/3 do que isso pode significar na vida das pessoas que se sentem rejeitadas, magoas e são alvo de “bullying”.

A abordagem da autora é simplesmente muito boa, o contexto e a narrativa realmente me faziam pensar em um adolescente, me faziam viajar nos sentimentos que eu sentia quanto passei pela idade de Hayden e Sam, e isso é sensacional, a necessidade de estar inserido em um grupo social é totalmente avassaladora nessa fase, forma a nossa identidade como pessoa e ter isso negado pela maldade de outros é desumano.

A playlist é selecionada a dedo, você ouve e entra completamente naquele momento por qual Sam está narrando e a música se torna a trilha sonora, como em um filme ou novela, onde, por mais que a melodia seja secundária, a não existência dela deixaria tudo muito vazio e sem sentido.

Foram apenas 8 curtos capítulos, mas eu estou completamente envolvida por essa história, preciso e quero saber o que de fato aconteceu ao Hayden, o motivo real que o levou a fazer o que fez, necessito de uma continuação para saber se o Sam vai seguir sua vida, se vai conseguir superar e dar a volta por cima, e claro, quero mais dessa playlist maravilhosa, quero mais desse momento único de interação entre leitura e música, e só pelo fato de uma das músicas ser One do Metallica eu fico eufórica em pensar quais serão as demais.

O tema é muito forte e delicado e as músicas tornam a experiência da leitura muito reais e dolorosas, e por mais que seja apenas um livro, milhares e milhares de pessoas já passaram ou passam por situações assim, por isso, eu tenho certeza de que o livro é essencial para todas as pessoas, independente de idade.

Anúncios

3 comentários sobre “Primeiras Impressões – A Playlist de Hayden (Novo Conceito)

  1. Feeeernanda, oi tudo bem?
    Quanto tempo não venho aqui. Eu não consigo de jeito nenhum ler ouvindo música… Será que com esse livro conseguirei desenvolver essa habilidade?
    Bom, eu acabei de sair de um segundo livro consecutivo que retrata exatamente sobre perda, então acho que estou meio saturado desse assunto. Mas mesmo assim, fiquei curioso pra ler esse livro… Que bom que tenha gostado, sua resenha me fez adicioná-lo aqui pra leituras futuras! kkk

    Um beijão, e até mais!

    Juliano,
    http://www.diariodeumledor.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  2. Fer, parece que nos últimos tempos livros assim tem sido muito publicados. Este ano li Cartas de amor aos mortos, uma experiência única em relação ao sentimento de lhe dar com perda e também de viajar através de músicas citadas pelo personagem. Recomendo que leia, vai te ajudar a ler com música assim como este livro te ajudou.
    Quanto a essas primeiras impressões, estou lendo vários livros tristes, lançamentos ou não, mas este com certeza já entrou para minha lista.
    Beijos e adorei o post.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s